5 dicas para não sentir dor na primeira relação sexual

 Em Sexualidade

A dor na primeira relação sexual não deve ser incorporada a um momento que vai ser lembrado ao longo de toda a vida feminina.

A primeira vez não precisa ser traumática, por isso é necessário criar uma atmosfera de intimidade, boas preliminares, carinho e delicadeza para esse grande passo na vida da mulher.

Além disso, e não menos importante, a mulher deve ter consciência do seu corpo, já tendo se tocado para indicar os caminhos do prazer para o(a) parceiro(a).


Existe dor na primeira relação sexual?

Algumas mulheres podem sentir dor na primeira relação sexual. Isso pode acontecer devido ao fato de estarem pouco relaxadas, ansiosas, pouco estimuladas e, consequentemente, mal lubrificadas

A vagina é formada por músculos, logo, quando há certo nervosismo, ela tende a se contrair como qualquer outra musculatura.

Outro fator que pode causar um pouco de dor é o rompimento do hímen, acarretando um pequeno sangramento na maioria dos casos.

Porém, algumas vezes não há sangramento no rompimento, não sendo motivo para ficar preocupada. Por isso é muito importante uma visita ao ginecologista antes e depois da primeira relação sexual.

A dúvida não deve fazer parte dessa decisão, pois é necessário que exista confiança no parceiro e em você mesma.

 

5 dicas para não sentir dor na primeira relação sexual

 

Antes das dicas, é válido lembrar que consultar um ginecologista antes de iniciar a vida sexual é de grande importância.

O profissional poderá sanar dúvidas existentes, bem como indicar pílulas anticoncepcionais caso a mulher deseje se prevenir também através desse método.

E nunca se esqueça! Use sempre camisinha.

 

1. Diálogo com seu parceiro

Uma das melhores coisas é estabelecer uma conversa honesta com seu parceiro(a).

Deixe que ele(a) saiba suas preferências e o que está sentindo no momento da relação sexual, isso gera confiança para ambas as partes.

Estipule seus limites e não os ultrapasse, forçar além do que você se dispõe a fazer pode causar certo trauma para as próximas vezes.

 

2. Escolha da posição

Escolha a forma como você se sente mais confortável com relação a posição.

Geralmente o “papai e mamãe” tradicional é utilizado, mas variar em busca de adaptação faz com que ache o jeito ideal para sentir prazer.

A dor pode surgir caso esteja em uma posição em que a penetração é mais profunda, faça o ajuste com seu parceiro.

 


3. Tenha em mãos um lubrificante

Tenha por perto um bom lubrificante, existem muitas marcas no mercado, opte por algum que seja à base de água. Tal fator evita possíveis alergias.

Talvez não seja necessário usá-lo, mas caso note que a vagina não possui a lubrificação adequada, poderá ajudar.

O uso do lubrificante ajuda a retirar o atrito, diminuindo assim, a dor na hora da penetração, além de auxiliar para que a camisinha não rasgue.


4. Conheça seu corpo

Pesquise sobre a sua anatomia, onde estão os pontos de maior prazer e explore-os. Interaja com você mesma, pois assim poderá ter opiniões sobre o que mais/menos agrada.

Não tenha medo de se tocar, descobrindo as zonas erógenas, isso pode inclusive ajudar o(a) seu(sua) parceiro(a).

O clitóris é um dos grandes aliados da mulher, faça bom uso dele e mostre ao(a) seu(sua) parceiro(a) que também é possível sentir prazer sem a penetração.

Além disso, chegar ao orgasmo fica mais fácil quando o clitóris é adicionado à penetração, bem como seu estímulo ajuda na lubrificação, reduzindo assim, a possibilidade de sentir dor.

 

5. Escolha um bom local e crie um ambiente agradável

Algumas vezes a primeira vez pode acontecer sem ter sido planejada, mas se houver essa possibilidade, planeje.

Escolher um lugar calmo e aconchegante pode deixar o clima menos pesado e você se sentirá bem mais à vontade.

É preciso que exista privacidade, bem como a segurança de que ninguém irá aparecer de repente.

Crie um ambiente relaxante, desligue o telefone – peça para que ele faça o mesmo -, pois assim não serão incomodados.

Deixe a iluminação da forma como você se sinta melhor, coloque uma música tranquila, que seja do agrado de ambos e relaxe.

Caso queira criar uma atmosfera romântica, pode usar velas aromáticas ou outros acessórios.

Confie em si mesma

Como foi dito anteriormente, é preciso se sentir à vontade, ter certeza de que chegou o momento certo e que seu(sua) parceiro(a) irá respeitar suas decisões, independente de quais sejam.

Usufrua dos momentos a dois e cresça com eles, todos serão diferentes e você conseguirá, ao longo do tempo, se conhecer cada vez mais.

Caso você sinta algum tipo de dor abdominal ou de intensidade mais forte do que julga normal, procure um médico, pode ser que exista alguma coisa a ser investigada.

 

Lembre-se! USE SEMPRE CAMISINHA.

Repassando o que vimos neste post

O motivo da dor na primeira relação sexual;
A certeza de que chegou o momento da primeira vez;
Acompanhamento com o ginecologista;
Diálogo com o parceiro sobre a primeira relação sexual;
A escolha da posição mais confortável para a primeira vez;
Uso de lubrificante;
Explorando o corpo e as zonas de prazer;
Criando um ambiente agradável para a primeira vez;
Use sempre camisinha.

Artigos Recentes

Deixe um Comentário